sábado, 26 de janeiro de 2008

SEXO TÂNTRICO: O PRAZER ETERNO

Surgida na Índia, há 5 mil anos, o Tantra é uma filosofia matriarcal, onde a mulher é considerada uma divindade. Em sânscrito, Tantra significa "o que conduz ao conhecimento".

O sexo tântrico é uma forma de adiar ao máximo o orgasmo, para obter prazer prolongado. Segundo os praticantes, este é um processo que vai elevar o nível do sexo, segurando o orgasmo cada vez mais. Toda a energia retida, quando liberada, será uma explosão nuclear. Adeptos à prática dizem ter conseguido até 24 horas de contato sexual ininterrupto.

O tempo de uma relação com sexo tântrico deixa as pessoas "comuns" de queixo caído, já que a média brasileira é de 15 minutos para se atingir o ápice. Para se iniciar na prática do prazer sem limites, não importa a idade nem as condições de saúde.

Quando se fala em sexo tântrico, a primeira coisa que vem à cabeça é a inevitável tortura de ficar horas e horas adiando o orgasmo. Não desista. Afinal, isso é só uma pequena parte de uma filosofia muito mais abrangente, que requer uma mudança profunda no modo de vida e no jeito de encarar o sexo.

Literalmente, "tantra" significa instrumento de expansão. É um processo que deve ocorrer nos planos mental, espiritual e físico. O objetivo é atingir a realização pessoal e espiritual. E o sexo entra aí como um ritual sagrado de troca de energia. Segundo o livro Sexo Tântrico - Como prolongar o prazer e atingir o êxtase espiritual, da médica inglesa Cassandra Lorius, a união sexual tântrica é um meio de alcançar o êxtase divino.

O primeiro passo para se iniciar no tantra é esquecer o relógio. Aborte a idéia de querer chegar logo na penetração. Beije, toque o corpo da(o) parceira(o), explore as zonas erógenas. Se não der certo da primeira vez, não se preocupe. Tente novamente. Para os adeptos do tantra, o sexo nunca chega ao fim.

As mulheres também são aconselhadas a segurar seus próprios líquidos, conhecidos no tantra como rajas. Uma técnica simples consiste em pressionar a língua fortemente contra o céu da boca pouco antes do orgasmo.


Da preparação do terreno ao orgasmo, conheça as etapas do sexo tântrico


1º passo: preparar o ambiente

Esta primeira etapa é fundamental para que a circulação da energia aconteça. O casal pode tomar um banho e deixar a pele o mais natural possível. Acender um incenso antes de começarem limpa o ambiente. Prefira os de sândalo e canela. Coloque flores ou frutas e velas no local. Escolha uma música calma e sensual. Se tiver, espalhe cristais pelo quarto.

2º passo: despertar os sentidos

Eles devem estar aguçados para que a entrega seja total. Para isso, um dos parceiros venda o outro com um pedaço de seda. Os dois devem estar nus. Pouco a pouco quem está sem a venda passa vários odores perto do nariz do parceiro. Isso desperta o olfato. Depois pode-se oferecer alguns licores de sabores diferentes ou frutas para aguçar o paladar. Em seguida, deve-se tocar o corpo inteiro do outro. No final, tira-se a venda para que se olhem profundamente nos olhos. Assim, as sensações ficarão à flor da pele. Encerrem com um longo abraço que toque o corpo todo do outro.

3º passo: ativar o ponto de energia sexual

Agora é importante ativar a energia kundalini. Poderosa, ela fica escondida e adormecida no chackra básico ou seja, na região pélvica. Você e seu parceiro podem fazer juntos. Fiquem de pé, com os pés paralelos abertos mais ou menos na largura dos quadris. Mantenham a coluna reta e as mãos dadas. Flexionem os joelhos. Ao inspirar, mexam a pélvis para trás e quando expirarem coloquem a pélvis para frente. Não movimentem o corpo inteiro, apenas essa região. A penetração começa nesse momento. Olhem-se nos olhos durante o movimento.

4º passo: distribuir a energia

Agora vocês devem espalhar essa energia para todo o corpo. Colocando uma das mãos sobre o peito do outro, a a energia "sobe" para o chackra do coração. Vocês podem ficar na posição clássica do tantra com as pernas entrelaçadas, um de frente para o outro, sentados. Almofadas podem ser usadas para acomodar. Parem com o movimento dos quadris. Sintam a energia subindo. Passem as mãos nas costas do parceiro de baixo para cima para levar a energia dos genitais para o chackra frontal, na cabeça. Ao distribuir assim a energia, vocês estarão "imersos" por completo no ato sexual. Quando sentirem que é o momento, reiniciem os movimentos dos quadris para "bombar" mais energia. Mas mantenham sempre olhos nos olhos para a energia circular. Assim é possível atingir o objetivo do sexo tântrico que é o êxtase, o orgasmo cerebral. "É um patamar de orgasmo em que se pode ficar por horas a fio", descreve o terapeuta Savian.

5ª passo: finalmente, o orgasmo

No tantra, o orgasmo é diferente. São picos de êxtase. cada vez que vocês chegarem mais perto do orgasmo, adiem um pouco, parem os movimentos e recomecem depois. Quando não aguentarem mais, os especialistas garantem: vocês terão o mais intenso e prolongado orgasmo da vida.

9 comentários:

Anônimo,  28 de julho de 2009 10:24  

será que esse tipo de atividade não é contra a vontade de Deus, na biblia sagrada tinha um homem que se casou com a mulher do irmao que não teve filhos e conta a historia que esse homem quando ia gozar tira fora o penis e muitas vezes naum goza e Deus se dezagradou e tirou a vida desse homem.

Abreutax 9 de agosto de 2009 13:46  

caramba quanta ignorância bíblica...
quanta interpretação erronea...fala sério.

nathalia 2 de dezembro de 2009 09:17  

acho que vc tem td razão ao falar que foi interpretado de maneira errada.....não tem nada haver....
ele morreu pq estava fazendo sexo com as filhas e isso é abominavel pra Deus....e ele não gozava nelas pq ja era muita falta de vergonha ta transando com as filhs....né fala serioo...

Anônimo,  29 de agosto de 2010 07:23  

Na verdade era a sua cunhada. A lei judaica mandava a viúva do irmão mais velho casar com o segundo na hierarquia se este não fosse casado. Não foi o facto de não gozar dentro dela que Deus o matou, mas pelo facto de ele não dar descendência, porque naquele tempo Deus queria que a terra fosse povoada, mas agora está em excesso de população e as condições financeiras não são como antigamente. Por isso, não é errado um casal gozar fora, porque seria do desagrado de Deus trazer ao mundo uma vida para estar em sofrimento.

Anônimo,  12 de outubro de 2010 13:54  

Será que esta nào é uma forma de reverenciar à Deus? Se sexo fosse uma coisa tão ruim e pecaminosa ninguém o faria... Receber

Bolão Server 22 de outubro de 2010 15:12  

Tantrismo um pouco errôneo. No ato final do sexo tantrico não deve haver o derramamento do sêmem divino. E o tantrismo não serve para dar ao casal um "Orgasmo Intenso" como muitos pensam, mas para transmutar suas energias sexuais.

sexo e prazer adorooooooooooooo 9 de março de 2011 06:15  

que nada gebte eu to louco pra fazer isso

Anônimo,  16 de março de 2011 09:13  

qnt estupides ... um casal pode e deve sim ,explorar seus desejos e sentimentos ,e o sexo tantrico deve ser espetacular ,quero experimentar junto com meu marido ,tenho certeza q será ótimo ,deixa DEUS quietinho no canto dele ,pq ele ñ tem culpa de existir gente mal resolvida!!! vc fica querend saber sobre esse assunto , curioso e querendo fazer tbm ,depois diz q DEUS ñ aprova ... putz ,se vc ñ gosta e ñ concorda ,ñ procure saber sobre isso ,procure algo q te enteresse de fato ... ok ?
sexo é sim mt bom ,desde q se faça com segurança e com vontade.

Anônimo,  20 de junho de 2011 08:27  

vou experimentar achei muito bom só falta a parceira

About This Blog

  © videos phorno free by free NO 2009

Back to TOP